Homemade brunch in Alentejo

As saudades do Alentejo (para não variar!) já eram muitas por isso estes dias souberam-nos tão bem que por nós ainda lá estávamos.
Quinta-feira dormimos pela manhã fora e começámos a tarde com um brunch super energizante e o melhor de tudo, feito por nós!

Estava simples, mas não lhe faltou nada:
  • sangria rose com framboesas
  • pão  de mistura fateado
  • croissants
  • queijo flamengo
  • queijo de ovelha
  • presunto
  • doce de framboesa
  • bolo de chocolate caseiro
  • cogumelos salteados com bacon e tomilho
  • ovos mexidos com espinafres
  • papaia
  • morangos
Os dias estiveram quentes com uma leve brisa, por isso a varanda foi o local eleito para as refeições.
Petiscos, uma paisagem de perder a vista, boa música e muita tranquilidade é em tudo isto que penso quando preparo mais uma ida ao Alentejo!
Este é o primeiro post de dois, estejam atentos que o próximo está para breve breve!

Much love,

Sílvia.

miss this.

Agora que os dias estão maiores é um super sorriso saber que às 8h da noite ainda tenho luz natural e que mesmo cansada a vontade de fotografar supera tudo isso. Tenho tido mil saudades de fotografar pormenores do meu dia-a-dia como fazia.
Para a semana que por sinal será mais curta espero voltar a ter um pouco mais de tempo para mim e para fotografar o que tem ficado para segundo plano.
Planos para o feriado? Eu sim!

Much love,

Sílvia.

  

Uma manhã pelo Guincho.

Foi uma manhã quente, com cheiro a Verão e nada melhor para celebrar que um passeio cheio de estilo pelo Guincho.
A par de tudo isto, foi com imenso prazer que fotografei este projecto que em poucas horas já se tornou um sucesso!
Deixo-vos com algumas fotografias que contam a história.
Esta é sem dúvida a minha cara, não fosse eu farmacêutica, não é verdade?

Para mais informações sobre estas beldades podem ver aqui e aqui.

Much love,

Sílvia.

There is always something to be thankful for

Gosto de chegar a casa ao fim do dia (quem me dera que fosse todos os dias), vestir qualquer coisa mais confortável, ligar o computador e ir cuscar os meus blogs favoritos. E que bem que me faz! Aqueles preciosos 30-40 minutos transportam-me para uma outra realidade e fazem-me sonhar. 
Deixo-vos hoje com alguns dos blogs que adoro, são eles:

Glimmer Le Blonde : A A. dispensa apresentações, tem um blog único que fala por si. A originalidade do conteúdo e a forma como é apresentado foi o suficiente para me prender desde a primeira visita. Lá podem ler sobre os mais variados assuntos mas sempre unidos por um fio condutor que é tão característico deste blog: dicas de beleza, moda, receitas, decoração, espaços deliciosos de visita obrigatória e roteiros de viagens com dicas para anotar.

MALMEQUER : A M. também com um blog que é um mimo! Gosto dos apartamentos de sonho que partilha com dicas de decoração, das listas mensais do que quer fazer (com ideias que coincidem com as minhas!), das dicas de beleza e do conforto que as suas fotografias me transmitem sempre com um chá e uma revista inspiradora!

Tapas na Língua : A A. com o seu talento inconfundível para a culinária, sempre com receitas que fazem água na boca e com fotografias que falam por si. Adoro os documentários sobre as viagens, já para não falar dos dias em que basta olhar para uma fotografia do seu pequeno-almoço para me sentir super inspirada e com muita inveja de não comer aquelas panquecas caseiras ou a fatia de bolo mega apetitosa.

akane kinomoto : Fotografias que adoro de sítios que adorava conhecer! Uma paixão por pequenos-almoços como a minha mas os meus nunca são tão bons nem tão originais. E, uma  paixão pelo akira como eu tenho pelo zig, é tudo quanto bastou para eu gostar mil!


looking for some peace

Há dias maus. Às vezes por mais que tentemos levar as coisas a bem não nos podemos esquecer que essa paz que queremos manter não depende apenas de nós. E tal como previ esta coisa de vida-quase-adulta tem muito que se lhe diga. Sempre disse que não queria ser adulta, nunca achei piada a tal condição. 
Não sei se são apenas os tenros 23 anos (quase 24) ou se é mesmo da minha maneira de ser. Gostaria de às vezes deixar os problemas onde eles pertencem, mas este mania de os transportar para casa e deixar que ocupem a minha cabeça insiste em fazer parte de mim. Espero que isto com a idade melhore e que a minha capacidade de indiferença para com certas situações cresça. 
Mas chegar a casa e ter este blog para escrever, às vezes parece mesmo a melhor terapia do mundo. Obrigada por me 'ouvirem', não há nada como este sentimento de companheirismo que me transmitem diariamente.
Tirei estas fotografias o fim-de-semana passado, já tinha em mente a composição desta conjugação de cores pastel e brancos. As cores que me transmitem tranquilidade. E hoje resolvi revê-las e partilhá-las aqui na tentativa de me deixar envolver por esta atmosfera reconfortante.

Much love,

Sílvia.

Follow @ Instagram

Back to Top